terça-feira, 12 de janeiro de 2016

A importância do estudo de meteorologia para a prática de atividades ao ar livre (...) Apenas?


           “Na direção Sul, onde o céu estivera perfeitamente limpo até uma hora antes, havia então um manto de nuvens cobrindo o Puromi, o Ama Dablam e outros picos menores que rodeiam o Everest. 
 Mais tarde – depois que foram localizados seis corpos, depois que a busca de outros dois foi abandonada, depois que os médicos amputaram a mão direita gangrenada de meu companheiro de equipe Beck Weathers, as pessoas se perguntaram por que, se o tempo começará a piorar, os alpinistas não prestaram atenção aos sinais. Por que aqueles veteranos guias do Himalaia continuaram subindo e conduzindo um bando de amadores relativamente inexperientes – que pagaram 65 mil dólares para chegar em segurança ao Everest- rumo a uma evidente armadilha mortal?”
Trecho retirado do livro No ar rarefeito: um relato de uma tragédia no Everest em 1996. pág. 22

             Ao sair para uma atividade ao ar livre podemos observar o céu e prever, com boa margem de acerto, como o tempo se apresentará para as próximas horas ou para o dia seguinte. (Colorado, 2002). É importante lembrar que os ventos, temperatura do ar e o local onde você se encontra também têm influência significativa nesta previsão. O fato é: mudança de tempo, na maioria dos casos, pode ser prevista. Isso ficou bem evidente no relato minucioso de Jon Krakauer sobre a tragédia no Monte Everest. (Krakauer, 1998).